Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




O outro lado do lado mau

por Ni, em 06.07.11

Os meus dois, vá lá três, leitores sabem que eu não acredito em anjinhos nem em bruxinhas. Acredito que todas as pessoas têm um lado bom e um lado mau e, mesmo aquelas onde o lado mau é predominante (algumas só têm mesmo o lado esquerdo da unha do dedo mindinho bom), mesmo essas, por vezes, não são más intencionalmente. São más porque a vida a isso as obrigou, porque o feitio a isso as obrigou, porque nasceram más, porque querem ser mais do que as menos más... Por vezes, até, é uma questão de ponto de vista. Na verdade, nem gosto muito de gente boazinha. O que raio é isso? Gente tacanha e mole, incapaz de fazer frente a uma aragem.

 

Vem este discurso, cheio de verdades de la Palisse, a propósito de esta minha maneira de ser, total, completa e irremediavelmente, desconfiada. Sou desconfiada de toda a gente. Aliás, a par da teoria "não há pessoas completamente boas, não há pessoas completamente más", vem a teoria "ninguém é quem parece ser". No entanto, o que é surpreendente é que, cruzando as duas teorias, isto pode resultar numa boa surpresa e, no final, até vimos a verificar que o tal lado esquerdo da unha do dedo mindinho que julgávamos ser o lado bom é o lado mau, e o resto é o lado bom, mas está tudo camuflado com verniz.

 

Na Prova Oral de um destes dias, o Fernando Alvim dizia que detestava a internet e as redes sociais porque tudo era trabalhado com o fotoshop. Eu concordo inteiramente com ele. Toda a gente aparece nas suas melhores fotos, a dizer as melhores frases (quase sempre de outros), toda a gente é muito culta, muito esperta, muito linda!Mas esta é uma realidade com a qual lido bem e para a qual estou preparada; não lido bem, ainda, é com o facto de as pessoas usarem fotoshop na vida real.

 

...aqui, deste lado da montanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)


A caixinha mágica II

por Ni, em 19.11.10

As pessoas da internet são fantásticas: são cultas, inteligentes, divertidas e, dependendo do grau de conhecimento do fotoshop, são lindas. Fico sempre espantada com a facilidade com que as pessoas da internet se relacionam. Têm sempre uma palavra amiga na ponta da língua, digo, na ponta dos dedos e são-nos tão próximas. As pessoas da internet são tão fantásticas que me admiro de não conhecer pessoalmente nenhuma pessoa da internet.

 

É tão bom ser uma pessoa da internet que marido, num lado do sofá, e esposa, do outro lado do sofá, se mantém calados, cada um com tentando ser as suas pessoas da internet. Ele, tentando não ser descoberto, num qualquer chat, fórum ou rede social, ela, esforçando-se por o descobrir, num qualquer chat, fórum ou rede social. Depois, por acaso, um dia, "Olá, barbie550!" "Olá, Honda1100!" "Já reparaste que sou o dobro de ti?" "Ah! Pois, que engraçado:)" e a conversa entre as duas pontas do sofá pode, afinal, acontecer, porque cada um é quem quer ser e vê no outro quem quer ver.

 

...aqui, deste lado da montanha.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D