Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




Coisas das avós

por Ni, em 09.05.12

Ando bastante desconfiada da autoria desta minha herança. Há uma não sei o quê neste texto que remete para a eterna discussão dos amantes da literatura acerca da escrita feminina e da escrita masculina, sendo que os indícios de homem-macho eram bem mais evidendes em 1964, não vos parece?

 

PARA CONSERVAR A FELICIDADE CONJUGAL

 

"Eis algumas regras sobre a felicidade conjugal. É, pelo menos, o que se apurou num referendo [referendo??] muito sério [ah!! amostra exclusivamente masculina]:

- Não deves vestir-te pior depois da cerimónia do casamento que antes. Não esqueças nunca que a caça ao amor está encerrada mas que é preciso conservar prisioneira a tua ave rara [o marido?? toda a gente sabe que... os maridos das outras são aves raras...].

- Não descures a saúde do teu marido. Para o fazer, pequenos (hum... talvez não fosse má ideia considerar a hipótese de uma ligeira alteração ao texto)pratos cozinhados com cuidado não são de afastar.

- Rejubila se o teu companheiro dispõe de alguns dias de repouso. Mas não aproveites estas horas de descanso para o reter no lar, fazê-lo pregar uma tábua, pintar de novo a cozinha [coitadinho!]. Propõe-lhe ir à pesca, à caça. Ele voltará mais amável contigo.

- Evite [ai agora já e evite? até aqui era deves para cá, não aproveites para lá, mas agora que é para falar do senhor marido já tem de ser evite. Pois, certo.] fazer-lhe observações irónicas sobre as suas manias, defeitos, diante de parentes, amigos. Frisa, sem cessar, mas com gentileza, o que és a seus olhos."

 

 

Risinhos entre parêntesis retos à parte, não há dúvidas de que estas regras são um bom ponto de partida para qualquer pessoa.

 

Vista-se bem. Importantíssimo para que a auto-estima esteja em grande. Se te sentes bem contigo, sentes-te bem com todos, logo, também com o teu marido.

Não descure a saúde. Corpo são em mente sã... meio caminho percorrido.

Saia para ir à caça. Tem de haver um eu e um outro, para que uma relação resulte. Tem de haver espaço para a singularidade de cada um, tem de haver respetio pela pessoa, quer goste de ir à caça ou de ler...

Por fim, mostre amor. Intimidade, cumplicidade, amizade implicam isso mesmo.

 

Nada de novo, portanto...

 

...aqui, deste lado da montanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D


Posts mais comentados