Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Para ti

por Ni, em 11.12.11

Este post é só para ti. Sei que virás aqui, hoje, amanhã, e depois, à espera de ler " dentro de mim" aquilo que julgas que ainda não disse (mas já, só que noutro sítio). E não compreendes porquê e começas a ficar triste, porque querias mais do que aquilo que digo, mais do que aquilo que faço. Queres que diga-escreva a intensidade do meu amor. 

 

Doce J.,

as pessoas parecem não compreender por que é que me perco de mim e do tempo quando te olho.Perguntam-me "o que é?", como se tivesse de haver uma razão para perder-me a olhar para ti. A única razão és tu. Deste-me este sentimento novo, de um amor irresponsável, a possibilidade de amar só por amar, sem querer saber de limites. Por isso, vou continuar a perder-me do mundo, enquanto te olho, apaixonada, embevecida...

 

...aqui, deste lado da montanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D