Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Para o meu amor mais pequenino

por Ni, em 18.05.09

Meu amor, já há muito tempo devia ter escrito este texto, mas, se calhar, tenho andado todos os dias à espera de chegar ao outro lado da montanha. És um tesouro pequenino (tens agora 15 semanas dentro da minha barriga), mas muito, muito precioso.

A tua madrinha Márcia, dominada pelo síndroma de irmã mais nova, diria que não te escrevi antes porque és o segundo filho... Talvez. Talvez a tua mana me (te?) roube um pouco do tempo que tenho para as palavras. E depois? Que importa? Se esse tempo é dividido em mimos e palavras de amor por ti, que importa que não apareça em palavras? És muito desejado. Mas ao meu desejo e ao do teu papá, juntou-se o da tua mana, que acordava de noite a gritar que queria um mano, que não tinha ninguém e, por isso, QUERO UM MANO!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D