Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





Maternal...mente

por Ni, em 29.04.11

Esta condição de ser mãe pega-se-nos à pele, entranha-se nos poros e acompanha-nos  em cada momento das nossas vidas. Quando se é mãe, não à "volta atrás", nunca mais se deixa de o ser. E isso é bom, ah!, sim, é muito bom! Mas transforma a tua vida numa outra vida, que nunca é já só tua. Não acredito naquelas pessoas que dizem "ah... eu não mudei a minha maneira de ser por ser mãe, eu nunca alterei os meus planos por ser mãe...". Impossível!

 

Eu, pelo contrário, procuro entre esta coisa de ser mãe vestígios de mim, tento resgatar-me aos dias inteiros a ser mãe, porque sou mãe a tempo inteiro, todos os minutos da minha vida, mas, contra algumas expectativas, não quero ser apenas mãe, quero ser eu, quero ser Alma Ni, quero namorar, ler, ensinar, dançar, conversar. Sou egoísta? Talvez. Mas que mal há num egoísmo que, tenho a certeza, torna a vida dos meus filhos melhor?

 

...aqui, deste lado da montanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D