Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Livro de reclamações IV

por Ni, em 06.05.10

Já alguma vez "apanharam" um médico que vos está a atender e a olhar para o relógio e que depois vos faz consultar outro porque, embora tenham ido mostrar-lhe uns sinais suspeitos, ele não se lembrou de pedir para ver as vossas costas e, passado um mês, apanham um grande susto porque descobrem lá um "sinal" feio que, segundo o novo médico, "não é nada mau, mas podia ser"?

 

...aqui, deste lado da montanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Anti-depressivos

por Ni, em 06.05.10

Os meus anti-depressivos são um vício. Todos os dias quero mais, e gosto...

 

Querem saber o que tomo? uma hora de exercício físico, de preferência acompanhado por uma música bem ritmada. Adoro ficar fisicamente tão cansada que a minha mente parece abandonar-me e entrar em transe. Durante uns minutos vagueio pelos sons e canso-me, canso-me muito. Sempre foi assim. Sempre resultou, porque tenho prazer em saltar, dançar e, depois, alongar e sentir o rosto a ferver.

 

Efeitos secundários: boa-disposição, corpinho mais firme, vontade de dar uns amassos no marido...

Utópico demais para ser verdade? Talvez, mas é assim que eu levo a vida!

 

Escrevi há pouco anti-depressivos porque tenho outro. É um mais forte, para tomar em s.o.s., especialmente indicado para depressões pós-parto e para quando os nossos filhos ficam internados e temos de os obrigar a ser picados e a sofrer e para quando estamos tão sós que parece não haver mais ninguém no mundo, e para quando estamos tão tristes que não conseguimos dizer uma palavra ou sequer chorar, mas esse anti-depressivo é só meu, guardo-o no meu coração e sou viciada nele, todos os dias quero mais, e gosto...

 

...aqui, deste lado da montanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Coisas boas da vida

por Ni, em 03.05.10

Espreguiçar-me num puff, na varanda de minha casa, no meu jardim, com vista para a minha montanha...

... beber um café, e atirar conversa fora, com uma amiga com quem não estava há algum tempo, enquanto as miúdas brincam na relva e os maridos revisitam momentos da infância.

 

... aqui, deste lado da montanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Brainstorming

por Ni, em 03.05.10

lutadora, forte, corajosa, linda, divertida, meiga, carinhosa, trabalhadora, curiosa, elegante, alice, esposa, cozinheira, colo, artista, enfermeira, abrigo, inteligente, amor...

 

Estas são algumas palavras que me ocorrem para falar da minha mãe, mas todas são tão pouco. Queria que compreendessem que o amor que trago no coração é parte do que ela me deu, que a beleza foi ela que ma pôs nos olhos, queria que entendessem que ela me ensinou a ser quem sou, a conhecer o mundo, a estimar a vida.

 

E, mesmo depois disto, se compreendessem tudo isto, ainda haveria tanto, tanto para dizer sobre a minha mãe.

 

...aqui, deste lado da montanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)


O dia seguinte... ao dia da mãe

por Ni, em 03.05.10

Pequeno almoço servido na cama: o miúdo insiste em acordar às 6 e 50.

Eu ainda lhe peço "Vá lá, deixa-me dormir! Só mais um pouco! Olha que hoje é domingo e é dia da mãe!" E ele: "Bá-bá... dá... bu...BÁÁÁÁ!". Pego-lhe para lhe dar mama e penso para comigo "quando tiveres 18 anos, juro que te hei-de acordar num domingo qualquer às 6 e 50 para ver se gostas..."

 

Às sete, ouço a miúda a chamar. O pai vai lá ver. Quando voltam, trazem as prendinhas da mãe(dela, uma bolsinha para o telemóvel, dele, um caderno de recados... GIROS!), mas ela insiste em lembrar-me o que é ser mãe e faz uma grande birra, porque quer riscar as folhas do caderninho de recados e porque começa a chorar e porque tem sono e eu penso "Ah, pois, ser mãe é mesmo isto: ela com as birras dela, ele com as birras dele e eu a amá-los, a amá-los..."

 

Também ganhei um saco giríssimo, com as minhas cores, para pôr tudo e mais alguma coisa, tal e qual como as mães gostam. Têm muito bom gosto, os meus filhos ...

 

E ao longo do dia ganhei o melhor: muitos beijinhos, abraços e miminhos dos meus filhotes.

 

...aqui, deste lado da montanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 2/2



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D