Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]





sorte de mãe

por Ni, em 14.04.13

Uma coisa que aprendi com estes (poucos!) anos de mãe é que se aprende muito a ouvir as outras mães. Ouvir daqui, ouvir dali, misturar tudo, analisar resultados comprovados e , por fim, a regra de ouro, decidir sempre com o coração. Só esta regra te permite continuar quando, por vezes, muitas vezes, te vês estatelada no chão, a arrepelar cabelos, a pensar que cometeste o maior erro da tua vida, porque é sempre o maior...

 

Uma colega que não vem mesmo ler o meu blog, a não ser que talvez, por acaso,  perguntou-me no outro dia como é que fiz para os miúdos deixarem as fraldas. E, dizem, tive muita sorte. A miúda demorou um mês, bastante molhado; o miúdo, talvez uns três, escassamente molhados.

 

Os primeiros xixis da miúda foram na praia, ali mesmo a ver o que acontecia, quando se tirava aquele monte de papel, empecilho, calorento. Ela gostou e, quando eu dei conta, já não queria fraldas, mas continuava a precisar delas... Munam-se de esfregona, roupa de substituição e muita, muita paciência. Uma semana depois, tirei-lha a fralda à noite. Poucos líquidos à noite, xixi antes de dormir, xixi à meia-noite (a dormir) e muitos lençóis à mão para trocar a meio da noite e, claro!, paciência!

 

Com o rapaz foi mais demorado, mas foi ele que pediu para fazer sem fralda. Primeiro, como a mana, depois, como os homens. Levou mais tempo, porque como ele era novinho hesitei entre tirar ou não as fraldas. À noite, as coisas só funcionaram quando comecei a sentá-lo na sanita para fazer o xixi. Acho que em pé ele ficava menos descontraído.

Ah! sanita, pois, porque para eles o "bacio" ou "pote" é mais ou menos um objeto estranho... O miúdo até acha que é um brinquedo qualquer... Imitação é outra das regras com crianças que fui adotando. Eles são melhores a imitar-nos.

 

Dizem que tive sorte. E tive. Sorte e muitas noites mal dormidas, muitas roupas trocadas, às vezes, quase sempre, nas piores alturas, alguns banhos a meio da noite, alguma vontade de desistir e pôr-lhes uma fralda e miuuuto mau-humor... e sorte.

 

...aqui, deste lado da montanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D