Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Espelho meu, espelho meu...

por Ni, em 04.06.14

... haverá alguém que fuja assim de ti como eu?

Não é novidade. A acne  é minha, toda minha. Quase tão minha como a cor dos meus olhos ou o tamanho excecional do meu nariz. 

Já referi por aqui esta minha luta que travo há anos e anos a fio contra as borbulhas, mas elas, às vezes mais, às vezes menos, não me largam. 

Primeiro, que desapareciam com a idade, depois, com os filhos, depois, com a pílula, depois, com os tratamentos orais, depois, com os tratamentos cutâneos... Tretas! São minhas! Não desaparecem!

Portanto, para que saibam, que eu tenho anos de tratamentos e consultas de dermatologistas que me permitem ser especialista no assunto, há três meios de camuflar as danadas: a pílula, que não tomo porque me faz varizes e outras coisas terríveis às veias e que, logicamente, não me apetece tomar; os antibióticos, que só resultam nos dois meses em que os tomas e que são anti-outras-bio e que, como é óbvio, desisti de tomar,  e o rouacutan, a que, felizmente segundo o dermatologista, sou alérgica e que faz mal, muito mal, e não posso tomar.

 Não as podes vencer, junta-te a elas.

Restam os cremes. Volta e não volta, procuro qualquer coisa nova. Hoje foi um desses dias. De desespero {#emotions_dlg.blushed}. Confesso que pela primeira vez vi um creme anti borbulhas para adultos e isso deixou-me um bocadinho esperançosa. Afinal, estou um pouco farta de comprar cremes para peles jovens... aos 40.

Eu sei que todos me dizem que são SÓ borbulhas, mas gostava é de os ver a acordar com a cara transformada numa borbulha só e terem ânimo para sair de casa sem um saco na cabeça...

 

Ah! Que sou fútil, e tal, e o que conta é a beleza interior... Pois sim!

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Abriu a época balnear

por Ni, em 02.06.14

Não entendo porque se diz que a época balnear abre no dia x ou no dia y. Caramba! Mas uma época tem abertura? Do género de fechadura ou capa de livro? Do género de tampa de garrafa ou cancela de jardim? 

Palavras que me deixam a pensar, quando penso que mal tenho tido tempo para o outro lado da montanha. Bem, a verdade é que não sou já a mesma e, então, ando à procura do umbigo deste blog, para sentir que alguma vez houve um cordão umbilical a ligar-nos. 

O que mudou em mim? Um bocadinho de nada em tudo.

Gosto da viver, gosto de amar, gosto de dançar, gosto de ler, gosto de fazer, gosto de aprender, gosto de mudar, gosto de cozinhar, gosto de saltar, gosto de brincar, gosto de namorar, gosto de conversar, gosto de ensinar, gosto de escrever, gosto de..., gosto de...

Está difícil encontrar um caminho para O outro lado da montanha.

 

 

...aqui, deste lado da montanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D





Do outro lado