Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





100 (des)culpas

por Ni, em 29.01.10

 Desculpa lá, amor, desculpa lá amigo(a), desculpa lá, curioso(a) anónimo(a), desculpa lá, tu que vieste aqui ter por acaso, mas o outro lado de mim está desejoso de sair de o outro lado da montanha.

Queria escrever aqui 100 desculpas para o fazer mas tudo se resume a uma vontade de escrever 100 (des)culpas. Quero mostrar o meu "lado mauzão", o meu "lado lunar". Este lado de mim não cabe em o outro lado da montanha.

 

Assim, faço as malas e parto 100 (des)culpas. Mas vou linda, maravilhosa e de saltos altos.

 

 

...aqui, deste lado da montanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Alguém viu por aí?

por Ni, em 28.01.10

 Maria Helena na Praça da Alegria

 

 

 

Esta senhora disse para o signo balança (aqui da menina):

"- Para a balança, saiu a carta da avareza, o que quer dizer que durante toda a semana vai ter uma sensação de perda."

Pois... de 4500€!!

E será que só vai durar uma semana???

A senhora deve ter visitado o meu blog e ter visto que ando em obras. É do senso comum: obras = perda.

 

Para além disso, qual é a novidade de eu me sentir avarenta? Não é preciso ler o horóscopo para saber isso.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


O homem da casa (2)

por Ni, em 28.01.10

Antes de começar, devo avisar que este post não é para ser lido por maridos giros, queridos, inteligentes e amorosos. Pois, Bi, pisga-te e NÃO leias isto!!!

 

Eu tinha prometido aqui que haveria de falar dos defeitos do meu príncipe (quase) perfeito, mas a hesitação própria de quem só tem dois leitores, sendo que um deles é o tal príncipe, levou-me a ponderar acerca das consequências deste post. Ora, avisos feitos antes de começar e porque este blogue é meu, aqui vai: o meu príncipe não sabe fazer negócios. Falta-lhe qualquer coisa da arte de regatear. Ontem faltou-lhe duas vezes, mas eu só conto uma, porque a outra ainda vai a meio...

 

A realidade do Bi:

" - Vou ali comprar um disco para o meu portátil "(na altura, topo de gama - será que é assim que se diz  em relação aos PCs?). 

...

"- Afinal, comprei um portátil (?), porque era quase ao preço do disco".

 

A realidade:

Comprou uma coisa minúscula onde quase não se vê o que se está a escrever;

Gastou quase o dobro do que tinha previsto para o disco;

Continua sem memória para o portátil.

 

E isto porquê?

Porque toda a gente comprou. 

 

Amor, tu não és toda a gente. Essa coisa que compraste é para professore (a)s quase info-excluído(a)s que só utilizam o Word. 

 

Eu avisei! Não era para leres...

 

...aqui, deste lado da montanha.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Actualidade

por Ni, em 28.01.10

Confesso: estou cheia de vontade de comprar a Visão e ler o que de mal por lá se diz..

 

 

 

Com esperança que também lá haja algum bem, porque não gosto de pessoas que dizem sempre mal de tudo e este senhor, por quem é, não merece que eu não goste dele.

 

... aqui, deste lado da montanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Blogues

por Ni, em 27.01.10

 O outro lado da montanha está um tédio. 

 

...aqui, deste lado da montanha.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:


Saudade

por Ni, em 26.01.10

 Quem me conhece bem sabe que nunca digo "tenho saudades de...", porque, na verdade, não tenho. Gosto sempre de agora.

 

Encontrei  aqui esta citação de Pablo Neruda e não resisti a copiá-la:

 

Saudade é amar um passado que não passou, é recusar um presente que nos machuca, é não ver o futuro que nos convida. 

... aqui, deste lado da montanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Despedida de solteira

por Ni, em 25.01.10

 Quero ideias para uma despedida de solteira em grande!!!

 

 

Isto, não vale... Não é o género... 

Mas podemos portar-nos mal !!!

 

...aqui, deste lado da montanha.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Princesa Bruxinha (2)

por Ni, em 25.01.10

 Estou triste com a minha Princesa. 

 

Esforço-me, esforço-me, mas todos os dias tenho de ralhar com ela, pô-la de castigo...

Parece-me que a toda a hora. O que se passa com ela? O que se passa comigo? Às vezes parece que vou dar em doida e só me apetece...

 

 

 

... aqui, deste lado da montanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)


De peito cheio

por Ni, em 25.01.10

 

Uma das coisas que mais me surpreendeu, quando tive a minha princesa, foi o facto da amamentação não ser o processo natural e instintivo que eu sempre imaginara. Afinal, amamentar não era aquele acto simples e fácil que eu sempre vira nos animais lá em casa. É claro que, na altura, havia a desculpa da Pompinhas ter nascido antes do tempo e, por isso, não saber mamar. Todas as vezes eram uma primeira vez, uma aprendizagem, para ela... e para mim.

 

Se nessa primeira experiência de maternidade, e amamentação, passei por tudo aquilo que é doloroso (mamilos doridos, gretados, peitos ingurgitados, até chegar à mastite), desta vez achei que a experiência me haveria de valer. 

E tem valido.

Mas, na realidade, a amamentação não é isenta de dor. Por mais esforços que façamos, acabamos sempre por, num dia ou outro, termos o peito dorido, os mamilos gretados, o peito cheio.

 

E a primeira semana de amamentação é dor e sofrimento. Quem quiser vencer as dores destas primeiras mamadas tem de imaginar o que será levantar-se todas as noites para preparar os biberões, lavar e desinfectá-los, os custos monetários,... enfim, pensar em tudo o que é negativo na amamentação artificial.

 

E, principalmente, tem que se imaginar aquele sorriso mágico que, por volta dos dois meses, o nosso bebé nos dá, enquanto estamos a amamentar e que nos deixa com o peito cheio... de uma alegria indescritível.

 

É como se fôssemos explodir. Meu Deus, o que é isto? É só a serotonina a fazer efeito? Ou será amor, amor, amor?

 

 

PS: Embora considere a amamentação algo muito, muito positivo, deixo aqui as palavras de uma enfermeira da maternidade que muito me ajudaram, quando estava mais desesperada:

"Tive três filhos e não amamentei nenhum. Ai de quem se atreva a dizer que amo menos os meus filhos por isso!!"

A amamentação não traz o amor. O amor é que pode trazer a amamentação...

 

...aqui, deste lado da montanha.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mudanças

por Ni, em 22.01.10

 

 

O outro lado da montanha está, novamente, em mudanças.

 

É o que dá estar em casa a tomar conta de um bebé que, de vez em quando, se porta bem e me deixa passear pelo blogo, já que passear na rua, com este frio, está fora de questão.

 

Já se podem ver algumas mudanças, mas o que me atormenta mesmo, agora, é saber como designar o meu marido, meu gajo, amor grande, L.A., bi, amorzão, homem da casa... 

 

Dúvidas, dúvidas, dúvidas...

 

...aqui, deste lado da montanha.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Pág. 1/2



Mais sobre mim

foto do autor


Arquivo

  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2014
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2013
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2012
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2011
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2010
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2009
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D





Do outro lado